PARALISIA CEREBRAL, UM TABU A SER QUEBRADO

sexta-feira, 22 de julho de 2011

"Meu pai era chamado toda semana na diretoria", diz @DaniloGentili sobre a época da escola

O humorista Danilo Gentili é capa da revista jovem "Kzuka" e mostra que, por trás do humor suicida, é um garoto do interior aparentemente doce e cheio de atitude. O repórter do CQC falou sobre o limite do humor e as polêmicas de seus comentários no Twitter, que já geraram muitas discussões.

“O limite é o público. Quando escrevo uma piada, escrevo para o público rir. Acontece que todas as piadas que deram errado são piadas que fiz no
Twitter. No meu show, só está pagando para me assistir quem quer me ouvir, quem gosta da minha piada e quem sabe quem eu sou. Mas no Twitter, quando você tem 1,5 milhão de seguidores, pode ter lá uns 500 mil que jamais pagariam para ver um show meu, que não entendem piada, e que estão lá só para encher o saco. Eu não estou fazendo piada para eles”, diz.

Na entrevista, Gentili lembra os tempos de colégio. “Era terrível de comportamento. Meu pai era chamado toda semana na diretoria. Em relação às notas era de médio para cima. Em algumas matérias conseguia o necessário e em outras eu ia muito bem. Tipo História, Redação eu ia muito bem. Mas matemática, sou semianalfabeto”, conta.


Fonte: O Dia Online
Postar um comentário